Moda Afetos Reais: Rita Wainer

post por Cantão

Moda Afetos Reais: Rita Wainer

Moda, Especiais

ritapostmiolo

Rita Wainer é capaz de subverter em poesia tudo o que pode passar batido. Com traços simples, palavras cortantes e cores vivas, seu universo criativo parece não ter limites. Ela tem sempre algo a dizer. Aqui ela conta mais sobre como se deixa afetar pela sua arte e por quem mais importa: as pessoas.

Conta como foi a escolha do seu objeto de afeto e a história dele?

Foi muito intuitivo. Eu estava pensando em muitas outras coisas que estavam me consumindo. Aí estava em casa e bati o olho nesse quadro, um retrato meu que foi a minha mãe [a artista plástica Pink Wainer] fez em 1983. Meu coração disse que seria esse o objeto que eu ia trazer. Hoje, muitos anos depois, eu que pinto meus retratos, vivo disso.

Uma coisa que esse objeto me traz é que toda vez que eu lembro da minha mãe pintando e me ensinando a pintar, eu lembro de um momento de alegria e felicidade. Era quando estava tudo bem.
E desde então, eu pinto todos os dias. Neste retrato que ela fez, eu estou dentro do mar, que é um dos lugares que eu mais gosto. Este quadro está na minha casa há muito tempo, tem um valor enorme e fez todo sentido pra mim.

duplas_iguaisrita

Como você acha que suas obras afetam a vida das pessoas?

Eu recebo muito feedback. Aprendi que depois que eu faço uma arte, ela não é mais minha. Ela é de quem recebe. A intenção que eu faço é uma, e o outro lê dependendo do momento que está passando. Mas eu não sei falar de outra coisa que não seja de verdade e que não seja sobre amor. E depois eu tento me blindar do retorno das pessoas, senão eu morro de tanta emoção!

E também tem a arte urbana, uma das marcas do seu trabalho. Como você acha que ela afeta as nossas relações com a cidade?

Quando eu pinto na rua, é outra coisa. O que é mais importante na vida são as pessoas, sempre, em qualquer instância. Quando eu pinto na rua, eu estou pintando na casa de todo mundo. A rua não é minha. Mas também é. Então eu devo muito respeito ao que eu estou pintando, o que que eu vou falar e pra quem. E eu tento ser o mais verdadeira possível. Pintar na rua me afeta mais, eu fico mais nervosa. É como se eu realmente tivesse que conversar com cada pessoa que passa por lá. E de alguma forma eu converso, né?

E o significado de afeto pra você?

É muita coisa, é muita coisa… Afeto é a coisa mais importante que tem. Se a gente não entender que a única sorte que a gente tem na vida é ter as pessoas por perto, a gente não vai à lugar nenhum. O que eu desejo é que o afeto te afete. Assim faz sentido viver.

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone
FacebookInstagramVimeoPinterestTwitter

Direto do Insta

Instagram has returned invalid data.

Assine nossa news

Arquivo