Cantão ar,te respiro

post por Cantão

Cantão ar,te respiro

Cantão, Entrevistas

A Alice Gelli você já conhece: é uma das mulheres que nos inspiram diariamente. Além de sempre compartilhar coisas boas aqui no Blog Viver Bem, nossa colaboradora vive multiplicando seu poder criativo e se alimentando com arte.

Sempre pintando e bordando, Alice vive um momento muito especial na sua carreira: ela resolveu se aventurar de vez no universo das artes plásticas, e neste mês estreia sua primeira exposição individual aqui no Rio. Convidada pela galeria da marca QGuai, ela apresenta Ar, te respiro, um ensaio que une pinceladas fortes e coloridas a bordados delicados. Tinta e linha que se entrelaçam no papel, desenhando um movimento geométrico único.

Com um trabalho artesanal que conversa e inspira ainda mais a coleção Novos Artesãos, ela conta um pouco mais sobre a novidade:

post-arterespiro-alice-02

Caminho:

Filha de pais designers, nasci dentro do universo gráfico. A linguagem sempre foi estética e funcional dentro de casa, cada detalhe era importante. Me formei em Design Gráfico pela PUC-Rio e sempre explorei o lado artístico em diversas superfícies como vídeo-arte, bordado e estamparia. Até que resolvi criar coragem e começar o meu trabalho como artista plástica.

post-arterespiro-alice-04

Arte + Alice:

Brinco que tudo ao nosso redor pode ser arte, dependendo do nosso filtro visual, sensorial e/ou emocional. A arte está nos padrões das plantas, nas marcas dos pneus no asfalto, nos grafites pela cidade, nas galerias, no empalhador de cadeiras sentado na calçada. Me encanto à toda hora com o poder da arte e trago ela pro meu dia-a-dia o máximo possível.

Quero continuar aprofundando o meu trabalho, estou pensando em fazer um mestrado e sei que daqui a alguns anos quero ser considerada uma “pessoa criativa”, não necessariamente uma designer, artista plástica, etc. Quero poder transitar em todas as superfícies, a criação é o que me nutre e é nela que quero estar.

post-arterespiro-alice-03

Inspirando e Aspirando:

A minha inspiração é um desejo da alma. A combinação de cores, os movimentos circulares, os bordados, tudo vem de um ímpeto impulsivo de uma curiosidade, da relação entre o controle e a imprevisibilidade. Por mais que eu me rodeie de arte e ame buscar referências, sinto a que a minha maior inspiração para criar não vem de fora, é uma expressão íntima e profunda.

post-arterespiro-alice-05

O click:

O projeto de arte já estava dentro de mim, mas talvez faltasse coragem para materializá-lo na forma de exposição, mas resolvi arriscar. Fiquei doente e não podia fazer nada além de ficar em casa, depois de algumas semanas monótonas comecei a pintar compulsivamente e foi a partir daí que tudo começou.

post-arterespiro-alice-06

Processo criativo:

Criei alguns métodos para me auxiliar no processo criativo. Organizo o espaço, coloco uma playlist que me inspira, separo todos os materiais e me certifico de que tenho tempo para estar ali o quanto for necessário. O resto, como disse, vem de dentro e começa a ser externalizado aos poucos, com cada cor, movimento, composição. Sou bastante compulsiva e sempre que vou pintar, uso pelo menos um bloco de folhas, pois cada arte inspira a próxima.

Também estou aprendendo a importância de saber o momento de parar e observar. Sinto que estou no início de um processo de auto-conhecimento através da arte e isso me incentiva para continuar ouvindo a minha intuição.

Poesia pura! Curtiu? Aqui você encontra todos os looks do editorial com ela.
Ah, e aproveita que a expo “Ar, te respiro” rola até 23/06 na QGuai: Rua Henrique Dumont, 65A.

 

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Assine nossa news

Arquivo