cinema-3filmes-indies-magiaaolunar

A temporada de filmes de verão traz alguns filmes indies – também conhecidos como os anti-blockbusters – que fogem aos clichês de monstros, heróis e explosivos, e merecem muito destaque. Anota a listinha:

“Magic in the Moonlight” – Magia ao Luar  | estreia dia 28 de agosto

O novo filme de Woody Allen se passa no sul da França e conta a história do mágico Stanley, vivido por Colin Firth, nos anos 20. Com talento para desmascarar charlatões, viaja para Cote d’Azur atrás da falsa médium Sophie, vivida por Emma Stone. Inicialmente cético, ele aos poucos começa a duvidar de suas certezas e se vê cada vez mais encantado pela moça.

“Begin Again” - Mesmo se nada der certo | estreia 18 de setembro

Mark Ruffalo e Keira Knightley são duas almas quebradas pela indústria fonográfica, num filme que mistura romance com música. Ele é Dan, um ex-executivo de gravadora demitido e sem dinheiro, e ela é Greta, a ex-namorada de um roqueiro em ascensão protagonizado por Adam Levine (vocalista do Maroon 5). Ao ouvir Greta cantando músicas melancólicas em um bar, Dan resolve produzir um disco independente com ela.

“Boyhood” – Da infância à juventude | estreia dia 30 de outubro

Um dos filmes mais aclamados de Sundance, com Ethan Hawke e Patricia Arquette.
A obra é de Richard Linklater, que surpreende com uma experiência inusitada em relação à passagem de tempo: o longa foi filmado com o mesmo elenco durante nada menos do que 12 anos seguidos (!) – algo nunca visto antes na história do cinema.
O resultado promete impressionar, já que acompanhamos, de fato, o crescimento de Mason (vivido por Ellar Coltrane) ao longo de sua infância e adolescência.

Agora é só ficar de olho nas estreias e providenciar a pipoca. ;)

capa-horta_em_casa

Ter uma horta em casa é tudo de bom…  afinal, que delícia é mexer na terra, cultivar e colher alimentos que vão para a mesa de jantar, e o melhor: sem agrotóxicos. Quem tem se orgulha, mas nem todo mundo tem jeito com as plantas. Mas isso não é motivo para desistir de vez de ter uma horta para chamar de sua! Vamos às dicas para ter uma horta fresquinha em casa?

conteudo-horta_em_casa-02

Defina bem o local de implantação - pode ser um canteiro no jardim ou até mesmo no parapeito ou janela da cozinha, mas é necessário que ela receba pelo menos 4 horas diárias de sol e fique protegida de ventos fortes. Como o sol é fundamental para seu crescimento, só é possível cultivar em ambientes abertos ou com grandes janelas – o sol deve incidir diretamente sobre os temperos,  não vale através do vidro!

duplas_iguais

Recipientes adequados - não é preciso muito espaço, o que facilita a vida de quem mora em apartamentos. O importante é usar um vaso com o tamanho adequado para cada espécie, porém todas elas pedem recipientes com no mínimo 20 cm de altura e diâmetro. Quem não tem canteiro ou quintal em casa pode optar pelo vaso cerâmico comum (aquele terracota charmosinho), que mantém a temperatura e umidade da terra melhor do que os vasos de plástico. Também dá para se arriscar em outros recipientes alternativos como potes, tinas, latas… desde que o vaso tenha furinhos para drenar a água da terra.

conteudo-horta_em_casa-03

Cuidados diários - ao mesmo tempo que é prático ter uma hortinha de temperos à disposição, é preciso ter cuidados diários! Como a qualidade da planta está intimamente ligada ao seu sabor, o ideal é regar 3 vezes por semana ou todos os dias se a terra estiver seca. Evite os horários mais quentes (regar de manhã cedo ou no fim da tarde) e controle bem a quantidade de água para que a plantinha não fique nem encharcada, nem muito seca. Uma vez por mês é interessante adubar com seu tipo favorito de adubo orgânico e, quando necessário, podar e pulverizar com inseticidas naturais.

duplas_iguais-hortinha

Cada uma no seu quadrado - a hortelã tem raízes invasoras, que destroem as de outras espécies. Assim como a salsinha, ela deve ser plantada sozinha. Os temperos mais usados também merecem vasos separado para garantir o sabor perfeito. Algumas misturas que dão certo: alecrim, tomilho e sálvia; manjericão, anis, carqueja e sálvia; e manjericão, manjerona e cebolinha.

Anotou tudo? Agora, mãos à obra! :)

capa-cuidar-flores-atual

Flores de verdade não tem nem comparação com as flores de mentirinha. Muito mais bonitas, elas e as plantas são sempre as nossas eleitas na decoração para encher o ambiente de energia boa! Mas as flores de verdade pedem muitos cuidados pra se manterem vistosas e saudáveis – e para isso existem alguns truques. Bora colocá-los em prática pra deixar nosso cantinho charmoso por mais tempo:

conteudo-flores-01

Para as flores durarem mais, compre-as um pouco antes de ir pra casa. O mesmo vale para as mudas recolhidas em um jardim próprio. Ao chegar em casa, corte a base de todos os caules na diagonal e coloque em um vaso com água fria. Com o fundo cortado e aberto, a planta absorve melhor a água necessária para manter o frescor. Remova também todas as folhas que possam ficar submersas na água – quando imersas, elas podem desenvolver bactérias (e mau cheiro!).

conteudo-flores-04-atual

Evite deixar o vaso próximo a eletrodomésticos ou eletrônicos, que aquecem e não a deixam respirar. O mesmo vale para frutas: algumas delas (como a maçã, o abacate e a banana) liberam um gás responsável por provocar o envelhecimento prematuro das flores, sabia? Aditivos como o açúcar e a lixívia podem ser despejados na água, desde que em pequenas quantidades (cerca de uma colher de chá rasa). Lembre-se que o processo deve ser repetido sempre que a água for trocada.

conteudo-flores-02-atual

Assim que uma flor do seu arranjo murchar, retire-a do vaso o mais rápido possível. Quando murcham, as plantas também liberam gás etileno e contagiam as demais, fazendo com que elas murchem mais rápido. A água deve ser trocada diariamente e os caules cortados a cada dois dias. É só cuidar com carinho que suas flores vão ficar frescas e bonitas por muito mais tempo. ;)

conteudo-flores-04-kinfolk

Se animou pra florir sua casa? Chega aqui no nosso painel Flores&Folhas no Pinterest para se inspirar e montar arranjos incríveis!

capa-post_copa

A Copa mais bonita do mundo (a nossa!) está chegando e já estamos na contagem regressiva pra ver o Brasil inteiro torcendo junto. E sabe o melhor? A nossa mini-coleção já está colorindo as lojas e o nosso e-com…

post_copa-04

Inspirada no alto-astral da torcida brasileira, os looks encantadores são bem confortáveis, cheios de cor e com ilustrações lindas para a gente pular e gritar gol por aí!

post_copa-02

Os básicos da linha Cantão Sempre são os escolhidos: peças em malha peruana para usar todos os dias. Vários elementos queridos foram inseridos nas peças, como a ilustração da t-shirt Canarinho, uma homenagem à nossa seleção. :)

post_copa-05

O tênis de couro estonado é um achado - reparou nas estrelinhas bordadas de penta campeão nas laterais? Que venha a sexta!

post_copa-01

Quem adora jeans colorido também vai cair de amores pelo shortinho de sarja, tinturado com as cores da nossa bandeira. A parka utilitária é o toque final para se esquentar nos dias gelados.

post_copa-03

Animada? Pra torcer cheia de estilo por aí, dá um pulo aqui!

capa-cottonjones-02

Procurando novidades musicais para incluir na playlist nossa de todo dia? Então se liga nas dicas do Na Vitrola, coluna semanal com novos sons que estamos amando:

Sabe uma daquelas descobertas musicais que dá vontade de pegar todas as músicas e ouvir tudo ao mesmo tempo agora? A banda Cotton Jones é dessas. Formada pelo vocalista/compositor/guitarrista Michael Nay e sua esposa Whitney McGraw nos vocais, o casal criou um som que consegue misturar influências indie folk com psicodelia e até pop – o resultado é uma leveza incrível. Dá o play:

Falando nisso, também estamos adorando o lado experimental da banda Other Lives. O som é bem inusitado e os caras fazem bonito em apresentações ao vivo, como no Coachella.

conteudo-otherlives

Com uma formação bem fora do comum – Jesse Tabish (vocais, piano, violão e percussão), Jenny Hsu (cello e backing vocals), Jon Mooney (violino, cornetas, piano and percusão), Colby Owens (clarineta) and Josh Onstott (baixo) – o quinteto traz frescor ao cenário indie. Ouve só:

Curtiu? Som na caixa então!

VER MAIS